terça-feira, 15 de janeiro de 2013

“Oposição responsável”

P1150030

O vereador José Cecílio Evangelista (PT) afirmou nesta terça-feira (15), durante participação em um dos programas da Rádio Educadora 6 de Agosto, que a postura de seu partido na eleição da mesa diretora da câmara não significa que a sigla criaria dificuldades para a gestão do prefeito Marcinho Miranda (PSDB) travando matérias de interesse da população, caso tivesse saído vitoriosa na disputa pelo comando político da casa.

Como todos sabem, o PT votou fechado para todos os cargos de direção da câmara e foi varrido da mesa diretora porque necessitava que o PSB pendesse para o seu lado. Mas como ocorreu o contrário e os antigos aliados dos petistas cederam aos encantos da base de apoio do prefeito Marcinho Miranda, o partido que fez o maior número de vereadores ficou isolado e se tornou uma minoria disposta a fazer uma oposição ferrenha ao prefeito tucano. 

José Cecílio disse também que o desfecho da eleição da mesa diretora já era esperado. Primeiro por não ter sido possível firmar um acordo com o vereador Gessi Capelão; depois por ser, segundo ele, evidente que não interessava ao deputado Manoel Moraes, maior liderança do PSB no Acre, que um vereador de seu partido se alinhasse com o PT, com quem há bastante tempo os socialistas travam uma disputa política dentro da Frente Popular do Acre.

O vereador petista reafirmou o que seus colegas já haviam dito: que o partido fará oposição responsável e que cobrará do prefeito Marcinho Miranda todas as promessas feitas em palanque, cuja maioria são puramente eleitoreiras e impossíveis de serem cumpridas. Ele disse também que não acredita que os partidos que compõem o grupo que apoia a atual administração se mantenham unidos até o fim do mandato de Marcinho Miranda.

“Temos a obrigação de cobrar o que foi prometido porque no palanque o candidato a prefeito não mediu palavras para prometer coisas praticamente impossíveis de serem feitas. Nós sabemos que em política as coisas mudam, então tudo pode acontecer e nada pode ser previsto agora, por isso não garanto que as coisas permaneçam como estão atualmente”, afirmou ele, se referindo à possibilidade de seu partido permanecer os quatro anos fora da mesa diretora.

Cecílio Evangelista tem 42 anos e nasceu no seringal São Cristovão, tendo ido ainda criança para o seringal São Pedro, onde mantêm residência até hoje. Considerado um vereador extremamente sensato, carismático e de comportamento pacífico, é dono de opiniões fortes e de um senso de humor apurado. Foi um dos poucos vereadores que se opuseram de maneira verdadeira aos desmandos cometidos pelo ex-prefeito Vanderley Viana em seu fatídico último mandato.

2 comentários:

Carlos Augusto disse...

A verdade é que as relações entre os petistas e o ex-petista Ronaldo Ferraz sempre foram amistosas, tanto é que na gestão do companheiro Bira, o Ronaldo manteve-se a frente do parlamento mirim com apoio irrestrito de José Cecilio e os outros vereadores do PT. Se A câmara vem sendo uma instituição com personagens meramente ilustrativos,José Cecilio é mais um vereador que fez à "Câmara tornar-se há muito tempo um verdadeiro latifúndio improdutivo".

cristina disse...

Concordo plenamente com o comentario ai citado acima