sexta-feira, 3 de maio de 2013

Xapuri é que nem Aracati

José Chalub Leite, na coluna “Tão Acre”

Era a decisão da Copa do Mundo de 1970, no Estádio Asteca, no México, com o Brasil decidindo com a Itália o título, que seria nosso pela terceira vez. Como em todos os jogos anteriores, selecionado grupo de amigos se reunia na fazenda do inesquecível médico Adalcides da Costa Gallo para escutar as peripécias boleiras pelo potente rádio do doutor.

Antes de cada partida, e naquela última não foi diferente, como era costume, os torcedores se aqueciam na base de louras suadas geladérrimas, conversando amenidades. O juiz de Xapuri, Nielse Gonçalves Mouta, novato na comarca e que mais tarde seria desembargador, comentou achar Xapuri em tudo similar à cearense Aracati, onde todo mundo tem apelido. Imediatamente o Leônidas Magalhães, de alcunha Delega, bateu o martelo:

– É verdade, doutor, não se espante que o senhor também já tem, é Gogão.

Clóvis Melo, que ouvia, meteu a colher de pau:

– Doutor, o senhor tem outro, é João Bafo-de-Onça.

(O Dr. Nielse Mouta é parecido com o personagem de Walter Disney).

Leia outras histórias no jornal Página 20.

Nenhum comentário: