terça-feira, 16 de junho de 2009

Cooper e bom senso



As fotos e os comentários publicados aqui sobre o "Arrancadão" realizado na pista do Aeroporto de Xapuri no último final de semana, e que contou com o apoio da prefeitura, geraram uma discussão muito salutar para a convivência democrática que acredito piamente existir nesse momento da história entre os homens que ocupam a "torre de controle", como diria meu amigo Eduardo de Souza, odontólogo e english teacher, com a comunidade local, que não reagiu bem, assim como eu, à realização do evento em um local que havia sido fechado à população, que utilizava o espaço para a prática de caminhadas.

Foram muitos os comentários e telefonemas que recebi sobre o assunto, mas que preferi não publicar para não alimentar uma polêmica desnecessária e que poderia trazer para Xapuri um prejuízo maior, uma vez que a pista de pouso em questão já se enquadra em algumas situações que a colocam sob a ameaça de desativação pela proximidade com residências, em virtude da ocupação desordenada que ocorreu nas suas proximidades, entre outras. Nenhuma informação oficial, mas deduzi isso após conversar com fiscais da Anac - Agência Nacional de Aviação Civil - durante vistoria realizada aqui no ano passado.

Pois bem. Na tarde desta terça-feira, recebi telefonema do prefeito Bira Vasconcelos, que tinha em mente a mesma preocupação que eu quanto aos prejuízos que essa discussão poderia acarretar. O aeroporto de Xapuri, apesar de a cidade não receber voos regulares, tem uma importância muito grande para o município, pois é, principalmente, a alternativa para casos de emergência em que pessoas necessitem ser transportadas rapidamente para Rio Branco, além de funcionar, de acordo com os mesmos fiscais da Anac, como pista de pouso auxiliar do aeroporto de Rio Branco para aeronaves de pequeno porte.

Bira Vasconcelos fez alguns esclarecimentos que ainda não tinham vindo à luz e solicitou gentilmente que os mesmos fossem registrados aqui neste espaço, o que passo a fazer com grande satisfação. De acordo com o prefeito, o objetivo da prefeitura em apoiar o evento foi exatamente chamar a atenção das autoridades estaduais responsáveis pelo espaço da necessidade de o mesmo ser utilizado para atividades que envolvessem a população, entre elas a prática de caminhadas, o que começará a acontecer já a partir desta quarta-feira com o acompanhamento de profissonais em educação física disponibilizados pela prefeitura para orientar o público.

O prefeito afirmou também que as marcas de pneus deixadas na pista, prejudicando em alguns pontos a sinalização da mesma, não foram provocadas pelos pilotos do Acre Autoclube, entidade responsável pela organização do evento, mas sim por pessoas alheias ao evento que entraram na pista antes do início da competição para dar "cavalos-de-pau", sendo essas pessoas, em seguida, retiradas do local pela Polícia Militar. Bira deixou claro que outros eventos deverão acontecer aproveitando o espaço oferecido pela área do aeroporto, mas jamais aqueles que ameacem a integridade da pista de pouso.

De minha parte, admito que não fui ao evento e que não vi quem realmente causou aquilo que chamei de dano e que ilustrei com imagens. Confesso também que esses danos atingiram mais a estética da pista do que propriamente a sua estrutura, mas vou continuar sendo contra a realização de eventos dessa natureza por achar que com a reincidência os danos de maior extensão serão certos. Mais uma vez citando o grande Edu souza, nada contra arrancadas, arrancadinhas ou arrancadões, mas uma boa caminhada de fim de tarde é bem mais leve, saudável e de bom senso.

Um comentário:

pseudo/flash disse...

Agora sim tudo certo meu caro Raimari, ainda bem que nosso município agora vai contar com uma atividade que realmente favoreça a população, uma atividade saudável as pessoas e ao meio ambiente, que bom que nosso prefeito agora vai utilizar esse espaço para estes fins.