sábado, 23 de maio de 2009

O bife de dona Iolanda...


"De olho no rio e ouvidos no som, o friozinho da tarde ia sendo dissolvido pela multidão, que se mexia de mansinho. No palco, depois do Jabuti-Bumbá e da banda Filo-Medusa, era a vez do Los Porongas, arrasando no rock. Horário novo e muita música para compensar. O belo fim de tarde prometia…
Cheguei cedo. Encontrar os amigos e aproveitar aquela mágica do som com uma bela tapioca amanteigada e um café “preto” era mais do que eu tinha sonhado. Barriguinha cheia, circulei um pouco mais e agora, bom, agora seria o merecido descanso. Já me preparava para os acenos de “estou indo” quando vejo ao meu lado aquela senhora miudinha, sorridente, vizinha de minha mãe há uns quarenta e poucos anos, dona Iolanda.
Mulher batalhadora, enquanto o marido tinha um bar com sinuca ela “dava pensão”, que é como se dizia antigamente quando alguém fazia marmitas ou comida para fora. A vida levou cedo seu Izidoro e dois dos três filhos, mas ela seguiu em frente. Terminei me oferecendo para levá-la em casa e aproveitei para relembrar as comidinhas gostosas que ela servia: às vezes minha mãe, na falta da empregada ou de tempo, quebrava o galho comprando comida na dona Iolanda.
Quase sempre, era eu que ia à casa dela fazer a encomenda. Nessa hora, aproveitava para ficar de olho comprido, observando. Na cozinha, avental na cintura, dona Iolanda passeava entre as panelas fumegantes, mexendo em uma, provando outra, dando ponto no feijão… Aquele aroma maravilhoso atingia-me em cheio, esperando na porta, estômago roncando, enquanto ela ajeitava o que mamãe havia pedido. O macarrão, feijão e arroz, uma saladinha e a carne. Ah, a carne… se eu fechar os olhos e abrir um potinho especial da memória, o cheiro daquele bife, até hoje sem igual, invadirá minhas narinas sem perdão".
Continue a ler o delicioso texto de Patrycia Coelho, no Varal de Idéias, do esposo Marcos Afonso.

Um comentário:

patrycia disse...

OLÁ, RAIMARI,
O MARCOS, QUE É UM ASSÍDUO LEITOR DO SEU BLOG, ACABA DE ME DAR UM PRESENTE: VER PARTE DO MEU TEXTO PUBLICADO NO SEU BLOG. MUITO OBRIGADA PELA GENTILEZA, ADOREI!
PATRYCIA