quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Adeus, dona Ricarda

Com muita dignidade e após quase 88 anos de uma vida de muito trabalho e dedicação aos filhos, deixou este plano espiritual na manhã desta quinta-feira (28) minha querida mãe, Ricarda Figueiredo da Silva, a dona Zizi, que na foto, tirada em 2007, recebe o carinho do neto Raimari Cardoso Júnior, hoje com 7 anos de idade.

Não era minha mãe biológica, mas foi quem me criou desde os 9 meses de vida, me guiou os primeiros passos, me conduziu no caminho do bem e me ofertou um amor que jamais conheci igual. Sua partida para Deus representa para ela o descanso do sofrimento infligido pela doença e pelo cansaço do corpo.

Para mim fica a dor imensa de um vazio que jamais poderá ser preenchido. Descanse em paz, minha mãe, e continue zelando, agora junto ao Pai, pelos seus filhos, netos e bisnetos, que já guardam da senhora grande saudade da sua força e de toda alegria e felicidade que nos proporcionaou em vida.

6 comentários:

xapuriense disse...

Meus sentimentos...

Milena Barros disse...

Receba e sinta o abraço sincero da minha família nesse momento, que não importa por que motivo ou como aconteça sempre mexe com nossas bases. Mas quando estamos conectados ao PAI sempre conseguimos superar melhor essa "partida" que é inevitável pra todos nós que estamos aqui apenas de passagem.
Com carinho...
Milena e Família Barros

Magao disse...

Que Deus tenha ela em um glorioso lugar de descanso para vida eterna amém.

Archibaldo Antunes disse...

Rimari, sinto muito por sua perda.
Força.

liets disse...

Raimari,
Agora é nossa vez de transmitir as palavras de conforto. Pedimos a Deus que dê a você e a toda sua família força e coragem para superar a falta desta pessoa tão querida que partiu para junto de Deus, e com certeza de lá está guardando todos vocês.
Com Carinho,
Família “Gallo”

kennila disse...

É com muito orgulho que carrego o nome da minha vo como meu nome também.Uma mulher forte que enfrentou e superou muita dor e aquem eu vou amar pro resto da minha vida.Essa é a minha vozinha q eu tanto amo e por quem eu tanto sofro hj neste momento de despedida.Era mais q uma vó pa mim...era minha maezinha, que sempre me cuidou, protegeu e me amou como uma filha.
Vó nós amaremos sempre a senhora e agora a senhora esta descansando ao lado do Pai e de muitas outras pessoas queridas que também partiram.Chega de sofrimento, minha vozinha, chega de dor. Nós estaremos sempre rezando pela senhora e sei que agora a senhora está tendo a paz e a felicidade q nos todos teremos um dia. Te amamos muito, muito muito...Sua neta e filha Kennila Ricarda Guimarães e suas bisnetas Maria Louise e Layla e seu "neto" Saide Feitosa.