sábado, 14 de novembro de 2009

Advogado é flagrado com menor em motel

joo_figueredo_guimares_advogado_preso_com_menor_em_motel_6

A notícia acima, dada pelo ac24horas e também pela gazeta.net, me entristece mais do que devia. O advogado João Figueiredo Guimarães, o “João Bailá”, é filho de minha mãe adotiva, Ricarda Figueiredo da Silva, a dona “Zizi”. 

A família Figueiredo é uma das mais tradicionais de Xapuri. João Bailá é sobrinho do falecido ex-prefeito Júlio Dias Figueiredo, um dos oito irmãos de dona Ricarda, a quem tenho como mãe legítima, todos criados, assim como eu, na barranca do rio Acre, no seringal Novo Catete.

O episódio choca, envergonha e joga lama na tradição da família, que nunca teve envolvimento com nenhum tipo de crime. O advogado foi encaminhado à Unidade de Recuperação Social Francisco D'Oliveira Conde ainda nessa sexta-feira, 13.

4 comentários:

o melhor do quinari a gente mostra!!! disse...

Meu caro existe especificações a ficar claras num delito deses.

Não conheço o João Figueiredo nem ao menos você.

Más acredito que toda história sempre tem 2 versões.

Uma coisa é você pegar uma criança de 10 anos,que não sabe nada da vida e a levar para um motel,tirando dela a inocência,as vezes a conquistando com ursinhos e balinhas.

Outra coisa é as conhecidas periguetes,jóvens que dão para qualquer um por qualquer preço.

Pedofilia é os marginais que nas periferias comem as meninas de qualquer jeito,não as valorizam e depois se caso elas engravidarem correm o risco de serem mortas.

Isso sim é pedofilia,no caso do advogado,ele é um homem que não pegou uma criança e sim uma prostituta,eu sei que ele estava errado, em primeiro em sair com prostitutas e segundo se tratando de uma menor.

Más ele não é o responsavel por isso os responsaveis por isso são os pais da jovem,que não a educaram,que tamanha altas horas da noite ela ainda estava na rua.

Em Rio Branco tem muitas jovens se prostituindo,isso é lamentavel,más na maioria das vezes elas estão se prostituindo porque o pai obriga.

Se fosse para eu ser do juri absorveria ele,quem devem ser punidos é os pais dela e os marginais que comem as meninas e não dão nenhuma assistência.

O que a midia mais quer é escândalo e ai esta um,então desce em cima desse osso que dá audiência.

Edson disse...

Caro Raimari, prefiro entender que esse é um caso isolado, por isso a família continuará com seu nome destacado nos anais da história de Xapuri. Da mesma forma que o acusado não poderá se escudar na idoneidade dos outros membros da família para conseguir atenuante. Dura Lex Sed Lex.

Alessandra disse...

É certo algunhas palavras que já foram ditas, existe uma diferenca bem grande do que podemos chamar de crianca para meninas que tentam ganhar a vida a custa de senhores q pagam algum trocado, e nesse mundo em que vivemos acho que nem deveriamos chamar uma menina de 13 de crianca pois elas sabem muito bem o que querem, e com quem procurar, este caso foi só mais um de muitos que tem por aí, é lamentável admitir que meninas de 13 anos não seja mais tão inocente assim.

Edson disse...

A mais grave Alessandra, é a conivência dos pais. Muitos aceitam a filha trazer o namorado para dentro do quarto delas, contribuindo para a deterioração da moral e dos bons costumes. Há mãe que aceita a filha fazer sexo desde tenra idade, desde que traga recursos para casa. Dia desses ouvi de uma amiga a seguinte afirmação: Não é que minha filha seja prostituta, mas esse cara não lhe dá nada...Então quer dizer que se o sujeito paga, pode fazer sexo, sem problema? E essa afirmação é de muitos pais...Então a prostituição tem respaldo, nessa falta de moral dos pais, e ainda há os que afirman que se não for assim, é caretice. Fazer o quê?