segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Fuleco

 Tatu-bola, mascote oficial da Copa de 2014 Brasília  (Foto: Glauber Queiroz / Portal da Copa)

Esse é o esdrúxulo nome com que foi batizado o tatu-bola mascote da Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. Segundo a Fifa, Fuleco significa a mistura das palavras futebol e ecologia, "dois componentes fundamentais da Copa". O nome recebeu 48% dos mais de 1,7 milhão de votos na eleição feita pela internet. Zuzeco (31%) e Amijubi (21%) eram as outras não menos esquisitas opções.

No início de setembro, a entidade maior do futebol mundial já havia definido através do mesmo método o nome da bola que será utilizada na Copa. A pelota que substituirá a Jabulani se chamará Brazuca, opção que recebeu 77,8% de 1.119.539 votos, superando Bossa Nova (14,6%) e Carnavalesca (7,6%). Agora resta torcer para que Fuleco e Brazuca tragam sorte à seleção brasileira.

4 comentários:

jorge henrique disse...

Brazuca deveria ser o nome do boneco, a sonoridade é bem menos tendenciosa e maliciosa que fuleco...rsrsr

jorge henrique disse...

Quanto a bola oficial da copa deveria se chamar ECO-BALL (ecobol)mistura de ecologia e futebol

m pp disse...

***Nada é por acaso no mundo dos negócios***

Significado de Fuleco

s.m. Ação de fulecar; ato de perder, ao jogo, tudo aquilo que possuía ou levava. (Etm. Forma Regre. do verbo fulecar)

Definição de Fuleco
Classe gramatical: Substantivo masculino

Fonte: http://www.dicio.com.br/fuleco/

Ps: Nada é por acaso no mundo dos negócios.

Populus - Belchior

"Populus, meu cão...
O escravo, indiferente, que trabalha
e, por presente, tem migalhas sobre o chão.
Populus, meu cão.

Primeiro, foi seu pai,
segundo, seu irmão;
terceiro, agora, é ele... agora é ele,
de geração, em geração, em geração."

m pp disse...

***Nada é por acaso no mundo dos negócios***

Significado de Fuleco

s.m. Ação de fulecar; ato de perder, ao jogo, tudo aquilo que possuía ou levava. (Etm. Forma Regre. do verbo fulecar)

Definição de Fuleco
Classe gramatical: Substantivo masculino

Fonte: http://www.dicio.com.br/fuleco/

Ps: Nada é por acaso no mundo dos negócios.

Populus - Belchior

"Populus, meu cão...
O escravo, indiferente, que trabalha
e, por presente, tem migalhas sobre o chão.
Populus, meu cão.

Primeiro, foi seu pai,
segundo, seu irmão;
terceiro, agora, é ele... agora é ele,
de geração, em geração, em geração."