terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

A partilha do bolo

Câmara aprova aumento de 50% nos salários dos cargos comissionados da prefeitura

P1140027

A matéria prometia gerar polêmica na sessão ordinária desta terça-feira (26), mas terminou sendo aprovada por unanimidade a proposta do Poder Executivo de reajustar em 50% os salários dos 69 cargos comissionados da prefeitura de Xapuri, que atualmente possui um quadro composto por 10 secretários, 22 diretores e 37 coordenadores.

Com a aprovação do reajuste, os secretários municipais - que tinham salários de R$ 2.200,00 -passarão a receber R$ 3.200,00. Os diretores - que recebiam R$ 1.400,00 - passarão a R$ 2.100,00. Já os salários dos coordenadores passarão dos atuais R$ 700,00 para R$ 1.050,00. O impacto do aumento na folha de pagamento será R$ 38.350,00.

O consenso dos vereadores na aprovação do reajuste se deu após o Sindicato dos Servidores Municipais de Xapuri (Semux) apresentar a planilha com os valores propostos pela categoria para a próxima data-base, que ocorre em maio. Segundo os vereadores Eliomar Soares (PT) e Celso Paraná (PMDB), a reivindicação dos funcionários não será afetada pela aprovação do reajuste dos salários dos cargos comissionados.

“Não teríamos como aprovar a proposta de reajuste dos salários dos cargos de comissão se houvesse risco dessa decisão comprometer a negociação com os servidores municipais. Havendo a garantia de que os trabalhadores não serão prejudicados também não temos razão para causar empecilhos ao reajuste dos ocupantes dos cargos de confiança”, disse Eliomar Soares.

“Discutimos muito a matéria é só a colocamos em votação depois de recebermos as informações do Semux sobre aquilo que os funcionários propõem para a próxima data-base. Aprovamos o reajuste de hoje certos de que a proposta dos servidores também será aprovada quando for posta em apreciação”, afirmou o vereador Celso Paraná, segundo-secretário da Câmara.

Os salários do prefeito, vice-prefeito e vereadores foram reajustados no fim da legislatura passada e ficaram numa média próxima aos 30% com relação aos vencimentos anteriores. Resta conhecer a proposta do Sindicato dos Servidores Municipais e a disposição da prefeitura em aceitá-la para se ter uma ideia de como ficarão aqueles que historicamente tem se contentado com a menor fatia do bolo. Ou seria a maior?

6 comentários:

xapuriense disse...

Com 3 Secretários "de rocha" (Saude, Educação e Planejamento/Projetos) seria possível administrar muito bem uma cidade como Xapuri.

Rosemeire disse...

Venho por meio deste, parabenizar os senhores vereadores na tomada desta decisão, decisão esta que, mostra a real situação da nossa prefeitura, só gostaria de saber o que fazer sem médicos nos postos de saúde, porque a desculpa de que não tem recursos já não cola mais. Espero sinceramente que tais decisões não venham prejudicar uma minoria, pois se fosse à maioria faziam como a maioria fez, quando o prefeito anunciou que não teriam carnaval, os interessados exerceram seu direito de cidadão e protestaram nas redes sociais, nas rádios e etc.

Rosemeire disse...

Venho por meio deste, parabenizar os senhores vereadores na tomada desta decisão, decisão esta que, mostra a real situação da nossa prefeitura, só gostaria de saber o que fazer sem médicos nos postos de saúde, porque a desculpa de que não tem recursos já não cola mais. Espero sinceramente que tais decisões não venham prejudicar uma minoria, pois se fosse à maioria faziam como a maioria fez, quando o prefeito anunciou que não teriam carnaval, os interessados exerceram seu direito de cidadão e protestaram nas redes sociais, nas rádios e etc.

Carlos Augusto disse...

A incompetência está melhor remunerada agora.

Fato!

João Ricardo Lima Brito disse...

Cara amiga Rosimeire, pode ter certeza que os vereadores jamais aprovariam algo que não tivesse a menor possibilidade, que para seu conhecimento o Projeto 003/2013 que foi para votação na câmara municipal foi aprovado por unanimidade, ou seja, todos os vereadores presente na sessão estavam de acordo com o projeto. No que se refere a falta de médicos no municípios creio eu que não tem nada a haver com a falta de recursos, até por que o Estado tem a obrigação de pagar cerca 45% dos salários dos médicos do Município. Talvez o problema seja a falta de profissionais qualificados para atender a grande demanda do Município que são de 06 médicos. Imagina só que você passa cerca de 06 anos cursando Medicina, consegue um CRM e vem trabalhar ganhando o salário de um município que não pode pagar muita coisa. Sabemos que os profissionais da Saúde que trabalham para o município, ou tem contrato com o Estado ou tem Consultório próprio, como forma de complementação salarial.

Maxsuel Xapuri disse...

Como diria o poeta: Toda unanimidade é burra, meu caro João Ricardo.