sexta-feira, 21 de maio de 2010

O tradicional e polêmico “Bebum”

Não é de hoje que o bar e lanchonete da foto acima, localizado na praça Getúlio  Vargas, centro de Xapuri, é alvo de polêmica. Primeiramente, em razão de, por omissão ou conivência do poder público, ter se estabelecido no meio de um dos espaços públicos mais nobres da cidade, há cerca de 15 anos, por iniciativa de dois sujeitos que foram batizados com o mesmo nome: Edinelson.

Os dois amigos, mais conhecidos na comunidade como Dena e Nélson, certamente com a anuência de alguém com poder na prefeitura àquela época, construíram um pequeno quiosque sobre um tablado de madeira, onde começaram a comercializar sanduíches e cervejas, que viria se tornar um dos principais pontos de encontro da cidade, o famoso bar “Bebum”.

Também não são de agora, os comentários de que a prefeitura pretende a retirada do barzinho dali, do meio da praça pública. Desde a administração do prefeito petista Júlio Barbosa de Aquino, discute-se o assunto sem que jamais alguma providência real contra permanência do bar naquele local tenha sido tomada.

A atual gestão municipal já chegou a anunciar um projeto de revitalização da praça Getúlio Vargas que contempla um espaço destinado tanto ao bar quanto à tradicional banquinha do Café da dona Maria, localizado à beira da calçada oposta ao Bebum, ao lado da agência do Banco da Amazônia.

Mas, por enquanto, o também já tradicional Bebum continua ali, na praça, como uma das poucas opções – quiçá a única - de “happy hour” dos xapurienses. E nem mesmo a suspeita de intoxicação alimentar que recaiu contra a lanchonete na semana passada, motivo da mais nova polêmica, foi capaz de afugentar sua clientela.

Com relação ao episódio, a Vigilância Sanitária do município fez coleta de amostras dos produtos ali comercializados e aguarda-se resultado de exames para se confirmar ou não se a “epidemia” de diarréia e vômito que levou mais de 60 pessoas ao pronto-socorro do hospital de Xapuri teve origem lá mesmo, no polêmico Bebum.

Em tempo: Na noite dessa quinta-feira (20), quase uma centena de pessoas de dividiram a clientela do Bebum em dois grupos, um pró e outro anti-Flamengo, diante de um telão instalado para exibir a despedida do time urubuzento da Taça Libertadores da América.

3 comentários:

Raimundo disse...

TUDO ISSO É SEM DÚVIDA NENHUMA FALTA DE ADMINISTTRAÇÃ PÚBLICA DE TODOS OS PREFEITOS QUE PASSARAM POR XAPURI E QUE CONTINUA PASSANDO DE MÃO EM MÃO E NEM UMA FAZ NADA. PRA TIRAR O MANSUOR FOI FÁCIL E PORQUE NÃO TIRAR O BEBUM? QUAL O PROBLEMA? TODO MUNDO SABE QUE EM UMA PRAÇA PÚBLICA NÃO PODE EXISTIR ESSE TIPO DE COMÉCIO,BUTECO OU BAR COM QUEIRA, A LEI TEM QUE SER PRA TODOS ESPERO QUE O PREFEITO TENHA CORAGEM DE TIRAR AQUILO DO MEIO DA PRAÇA, QUE TIROU TODA A ESTÉTICA DE UMAS DAS PRAÇAS MAIS BONITA DE XAPURI.

xapuriense disse...

Ate quando a Administracao de Xapuri vai permitir PRIVATIZACAO do espaco publico?

E um absurso que esse bar continue na praca. Sei que existe outras opnioes a respeito do assunto, que eu aceito sem concordar. Mas urge a retirada desse empreendimento do local.Caso controrio, a Prefeitura deve permitir que outros xapurienses que empreendem por necessidade facam a mersma coisa.


Prof. Carlos Estevao Castelo
Xapuriense

luma de disse...

xapuri ja e sem opção tirando esse bar da praça o que vai ser de xapuri nao se tem nada diferente nessa cidade existe a nao ser uma boate todo sabado a mesma coisa nenhuma opção nova tdo do mesmo jeito morei ai nao pretendo voltar pra de jeito nenhum cada dia que se passa a cidade vai ficando mais acabada ainda sai prefeito entra prefeito e continua na mesma