quinta-feira, 13 de maio de 2010

Mestre Cacá

Dec19_49

Estaria completando 45 anos de vida nesta quinta-feira o inesquecível Wando Barros, o Mestre ou Cacá, como gostava de ser chamado. Pelo nome de batismo – Francisco Wanderley – ele não admitia que o “xingassem”.

Nos dias 13 de maio, neste mesmo horário, comumente, estavam reunidos em torno de uma mesa simples, naquele chapéu-de-palha de tantos momentos felizes, uma turma de amigos que Wando chamava de “Diretoria”.

Na churrasqueira, a carne habilmente temperada pelo João (Macaquinho); no ambiente, o som do violão do Beleza era intercalado com o papo eclético xapuriense: mulher, futebol, política e até filosofia. Tudo isso, é claro, regado à cerveja gelada de costume.

Bons tempos aqueles em que essa figura, com seu jeito sincero e às vezes duro de ser, nos proporcionou a honra de fazer da parte do seu rol de amizades. A propósito de sua personalidade forte e posicionamentos francos, que agradava a alguns e incomodava outros tantos, Wando tinha algumas máximas que definiam o seu jeito de ser: "Ou você é meu amigo ou meu inimigo", "Só falo mal de quem eu gosto".

Wando Barros não perdia tempo em se preocupar com os dele não gostava e muito menos com os ele próprio não apreciava. Foi no mesmo local citado no primeiro parágrafo, que o amigo Wando se despediu dos seus, no dia 22 de julho de 2006, depois de 14 anos vivendo em uma cadeira de rodas, herança dos tiros que recebeu e que o tornaram paraplégico.

A limitação física imposta pelo trágico acontecimento, no entanto, não o tornou uma pessoa frágil, vítima das circunstânias da vida. Aliás, dessa condição ele fugiu até a morte. Apesar de breve, a vida de Wando Barros foi muito bem vivida e aproveitada, enquanto esteve entre nós.

Saudades.

4 comentários:

Tiao disse...

SAUDADES DO MEU INESQUECIVEL "PAI", POIS ERA DESSE JEITO QUE ELE QUERIA QUE EU O CHAMASSE. VALEU RAIMARI POR TER POSTADO ESSA BELA HOMENAGEM.
ABRAÇOS.

Milena Barros disse...

Obrigada Raimari pelo carinho de sempre e pela homenagem para o Wando. Um abraço de gratidão da nossa família.

Eden disse...

Parabéns Raimari por postar em seu blog lembranças do Velho "Cacá". Tinha uma frase do "Cacá" que eu nunca esqueço. "SÓ PASSEIA QUEM TEM DINHEIRO" o Velho Cacá dizia essa frase quando algum da mesa passava sua vez de jogar no dominó. Vez por outra quando me dou ao luxo de jogar uma partida sempre falo a mesma frase. Um abraço.

Tiao disse...

RAIMARI, VALEU PELA SINGELA HOMENAGEM AO MEU QUERIDO E ETERNO "PAI", POIS ERA DESSE JEITO QUE ELE GOSTAVA QUE EU O CHAMASSE. ABRAÇOS.
QUE PENA QUE PESSOAS ASSIM VÃO EMBORA CEDO.....